A história mostra que as empresas que continuam a investir em suas capacidades inovadoras durante uma crise econômica, são as que têm o maior lucro quando o crescimento retorna. That's how ultrapassou os E.U. indústria química da Grã-Bretanha após a I Guerra Mundial, como Sears superou Montgomery Ward como o líder E.U. retalhista após a II Guerra Mundial, e como a empresa japonesa de semicondutores ultrapassou os E.U. empresas após a recessão do início dos anos 1980.
Em um desafio empresarial, o foco é fundamental. Mas as empresas enfrentam um verdadeiro dilema: como manter o foco e gerir bem os custos, mantendo o crescimento vivo e criando opções para o futuro. Adiar ou cancelar promissoras iniciativas que poderiam ter sido exercidas nos bons tempos permite que uma empresa possa sobreviver e prosperar eventualmente novamente. Muitas empresas dão atenção e recursos apenas para os projetos que são mais susceptíveis de gerar lucros de curto prazo e eles acabam por decidir rapidamente as iniciativas que cabem melhor com o business da empresa.
É uma estratégia inteligente de curto prazo. A desvantagem da priorização rigorosa, é que muitos projetos potencialmente promissores a um ponto de seu desenvolvimento precoce fique ociosos dentro da empresa.
Ao longo do tempo, tantos projetos abandonados fazem com que a capacidade da empresa de crescer para além do seu business é ameaçada. Se o foco é mantido por muito tempo ou com demasiada rigidez, ele pode tornar-se o inimigo do crescimento.
Quando o mercado se recupera, a empresa carece de uma base a partir da qual a recuperação, e qual será essa base? Inovações podem desempenhar um papel importante na solução. Ao quebrar as fronteiras tradicionais corporativa, a “inovação aberta” permite que a propriedade intelectual, idéias, e as pessoas a circular livremente tanto para dentro e para fora de uma organização.
Até agora, muito mais atenção tem sido dada para a entrada de fluxo, que chamamos de “inovação aberta” fora-outsiders contribuições que permitam que uma empresa para criar ofertas cuja escala desmente suas capacidades internas.
No entanto, em uma recessão, como o que estamos enfrentando agora, são muitas vezes esquecido o "dentro para fora" aspecto de “inovação aberta” que melhor pode servir a uma empresa. Inside-out “inovação aberta” refere-se aos processos em que uma empresa coloca alguns dos seus ativos ou projetos fora da sua própria estrutura. Isso não só economiza muito do tempo e de dinheiro a ser investido nesses projetos, mas também pode alimentar novo fornecedor e parceiro, promover a inovação nos ecossistemas, e gerar margem de licenciamento de alta.
Na quinta-feira voltamos a falar mais sobre o assunto, enquanto isso inove as sua  idéias.
Referência: Open Innovation

9/19/2010 12:00:06 pm

Don't take to see past the sentimental, because the past will never come back, the most clever way, is a good deal with you now -- are now holding in your hand, and you will to open manliness to meet the future dream.

Reply
9/30/2010 03:04:27 am

Great site,this information really helped me , I really appreciate it.Thanks a lot for a bunch of good tips. I look forward to reading more on the topic in the future. Keep up the good work! This blog is going to be great resource. Love reading it.

http://www.buyonline-rx.com/sitemap.html
http://www.buyonline-rx.com/ed.html

Reply

Such a very valuable information. Thanks for this excellent read.

Reply

Well , the view of the passage is totally correct ,your details is really reasonable and you give us valuable informative post, I totally agree the standpoint of upstairs. I often surfing on this forum when I m free and I find there are so much good information we can learn in this forum!

Reply



Leave a Reply.